2 minutos leitura

A taxa média de desemprego nos países da OCDE continua estável nos 5.2%, em setembro. Nestes países existe um total de 33.1 milhões de desempregados. Em Portugal a taxa de desemprego aumentou para 6.6%. Portugal tem agora 345 mil desempregados.

De acordo com os dados revelados hoje pela OCDE, o desemprego em Portugal aumento cerca de 0.2 pontos percentuais (para 6.6%). Itália aumentou o desemprego em 0.3 pontos (para 9.9%) e no Luxemburgo regista-se uma queda do desemprego de 0.3 pontos percentuais (para 5.4%).

Considerando apenas os países da zona euro, o desemprego também estabilizou em setembro, cifrando-se em 7.5%. Os restantes países da zona euro registam variações na ordem dos 0.1 pontos ou menos.

Dentro da União Europeia, a média de desemprego também se mantém nos 6.3%, o mesmo valor desde maio deste ano.

Dados desemprego OCDE setembro 2019
Dados desemprego OCDE setembro 2019

O desemprego jovem na zona abrangida pela OCDE continua nos 11.4% sendo que em Portugal este valor aumento para 19.4%. Um crescimento no desemprego dos jovens abaixo dos 25 anos de 1.2 pontos, igual à taxa registada em julho. A queda verificada em agosto pode ser justificada pelo emprego dos jovens na área da hotelaria e turismo.

Considerando apenas a zona euro, o desemprego nesta faixa etária atinge os 15.9% (um crescimento de 0.2 pontos) enquanto no Japão aumentou 1.1 pontos (para 4.8%).

No entanto, nos Estados Unidos, o desemprego jovem caiu 0.6 pontos percentuais, para 8.0%, o valor mais baixo desde março de 1957 para esta faixa etária.

Os Estados Unidos batem ainda recordes no que respeita à média total de desemprego com uma taxa de 3.5%, a mais baixa desde dezembro de 1969. No entanto, em outubro o desemprego aumenta 0.1 pontos nos EUA (para 3.6%) e mantém-se estável no Canadá.

No México a taxa de desemprego ronda os 3.6%, na Coreia 3.4% (um aumento de 0.3 pontos) e no Japão 2.4% (aumento de 0.2 pontos).

Portugal perde terreno para os países da União Europeia (0.3 pontos), quando em agosto estava a apenas 0.1 pontos, e mesmo comparando com os países da zona euro, está agora 0.9 pontos percentuais.